Comitê da Cultura de Paz

3ª Semana Nelson Mandela acontece no Sesc Vila Mariana

Com o tema “Valores, Conexão e Propósito – a força do mandelar”, evento celebra a trajetória e o legado do líder sul-africano.

A Associação Palas Athena realiza junto ao Sesc, com a cooperação da UNESCO, da Mandela Foundation e do Consulado Geral da África do Sul em São Paulo, a 3ª Semana Nelson Mandela, no dia 18 de julho, terça-feira às 19h no Sesc Vila Mariana, com entrada franca.

“Valores, Conexão e Propósito – a Força do Mandelar” é o tema do evento, que convida o público a refletir sobre o verbo “mandelar”, que pode ser traduzido como resistir de forma não violenta, porém assertiva. A abertura da noite será uma apresentação dos cantores Damião e Andreia Bal, seguida da fala do Cônsul Geral da África do Sul, o Sr. Malose Mogale, que abordará a necessidade de salvaguardar os ideais de Nelson Mandela para promover a paz, o não racialismo, os direitos humanos e a justiça. A mesa temática trará Marcos Lopes, escritor, professor e mediador de conflitos, e a jornalista e ativista Juliana Gonçalves. O encerramento será feito pelos jovens artistas da Rede Cultural Beija-Flor.

Mandelar é um convite para, no cotidiano de cada um de nós, implementar a busca de conexão e entendimento, aceitando a condição natural e desejável de diversidade de opiniões e olhares, preferências e visões de mundo. É a diversidade que garante a regeneração e a criatividade, a riqueza de possibilidades de experiências. Pautar nossa participação no coletivo através do respeito e da consideração, da preservação da dignidade de todos, é responsabilizar-se no convívio cidadão e democrático.

Semana Nelson Mandela acontece há três anos, sempre no mês de julho. A celebração de seus valores e sua trajetória tem como objetivo perpetuar a inspiração e força de sua vida exemplar para aprofundar a luta pela criação de uma sociedade internacional pacífica e solidária. E que o verbo “mandelar” seja a tônica desta sociedade.

3ª SEMANA NELSON MANDELA
Dia 18 de julho, terça-feira, às 19h
Local: Sesc Vila Mariana
Endereço: Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana, São Paulo (SP)
Mais informações: (11) 3050-6188
Retirada de ingressos nas bilheterias do Sesc no dia do evento, a partir das 14h.

 

Sobre os convidados:

Malose Mogale é o Cônsul Geral do Consulado Geral da África do Sul em São Paulo. Ele assumiu a posição em julho de 2016. Antes de ser designado para a missão de São Paulo, ele foi nomeado para o Alto Comissariado da África do Sul em Nova Deli, Índia, como Ministro Plenipotenciário.

Marcos Lopes, Professor, escritor, empreendedor social e mediador de conflitos em regiões do Capão Redondo, Parque Santo Antônio, Jardim Ângela, S. Luís, Jardim Aracati. Divulgou seu livro Zona de Guerra e palestrou na Alemanha, Estados Unidos e atualmente no Brasil. Fundador do Instituto Projeto Sonhar – organização social que atende crianças vítimas de abuso e pessoas que querem deixar as drogas.

Juliana Gonçalves, Mulher negra e mãe. Jornalista formada pela Universidade Mackenzie. Atuou como Coordenadora de Comunicação do Centro de Estudos das Relações do Trabalho e Desigualdades (CEERT), onde escrevia sobre direitos humanos com ênfase na área de educação interseccionada com raça e gênero. Como militante, integra a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo (COJIRA).É pós-graduada em Jornalismo Literário. Junto com outras mulheres negras articulou e organizou a Marcha das Mulheres Negras que ocorreu em Brasília, em 2015.  Atualmente é repórter do Brasil de Fato.

Andreia Bal é bacharel em música pela USP. Iniciou seus estudos musicais em Minas Gerais, apresentando-se em eventos de música popular brasileira ao lado de grandes músicos mineiros. Em 2006, recebeu o Prêmio de intérprete revelação regional do Festival da Canção de Boa Esperança. Integrou o coro Luther King (SP) entre 2011 e 2016, participando de concertos no Brasil, Paraguai e Itália.

Damião é cantor, instrumentista, compositor e educador paulistano. Começou seus estudos de música aos 11 anos de idade. Formou-se bacharel em guitarra pela Faculdade Mozarteum, Violão Popular pela EMESP. Foi também aluno de canto de Tuca Fernandes. Na academia, além dos estudos como instrumentista, Damião pesquisa o Brasil Afro-Jazz, música que mescla os ritmos do candomblé com o jazz. Essa pesquisa deu origem em 2014 ao seu primeiro álbum autoral e independente, intitulado Unidade. Além dos trabalhos como compositor o músico já acompanhou importantes nomes do samba como Almir Guineto e Osvaldinho da Cuíca.