Comitê da Cultura de Paz

Conclusões da reunião de cátedras UNESCO na Espanha

Tomada de decisões conjuntas, criação e fortalecimento dos vínculos e a possibilidade de futuros acordos são alguns dos principais objetivos do encontro que reuniu as cátedras de Cultura de Paz, Direitos Humanos, Democracia, Gênero, Migração e Interculturalidade realizado dias 27 e 28 de maio, no auditório da Universidade de Santiago de Compostela (USC), Espanha. Esta reunião representa a continuidade da colaboração entre os presidentes de cátedras UNESCO realizada em Bérgamo, Itália, no sentido de elaborar uma série de propostas para criar sinergias entre eles.

 

Outro ponto relevante do encontro foi a apresentação em detalhe do projeto de pesquisa chamado conhecimento das mulheres, que está sendo conduzido por Margarita Benítez (nos Estados Unidos) e Teresa Langle (na Espanha). Fundado no enfoque de gênero, o projeto implica uma dimensão inclusiva, ou seja, as doações (com o mesmo papel e peso) entre o chamado “triângulo de empoderamento” (academia-política-ativismo).
Conheça as moções, resoluções e conclusões do acordo de Santiago de Compostela.
1- Estabelecimento de projetos de colaboração entre as cadeiras. Necessidade de um projeto integrado.
2- Promoção de intercâmbio de professores e alunos.
3- Promoção de maior entendimento entre suas próprias cadeiras.
4- Criação de sinergias. Estabelecer redes nacionais e internacionais para o intercâmbio e o entendimento mútuo.
5- Apesar das dificuldades, existe a possibilidade de oferecer bolsas aos estudantes.
6- Estreitamento do âmbito dos intercâmbios: explicar os projetos específicos de pesquisa ou das linhas temáticas de investigação dos diferentes grupos (grupo dos “painéis”). Especificidade das diferentes áreas temáticas.
7- Tradução da pesquisa acadêmica e formação na ação concreta. Ordem social.
8- Criação de seminários para atender aos grupos de pesquisa.
9- Possibilidade de criar um informativo ou uma revista eletrônica para formar uma rede de resultados das pesquisas.
10- Oportunidade de contato com outros presidentes que não estiveram presentes à reunião ou com os reitores e decanos específicos.
11- Criação de uma plataforma ou portal na página oficial da UNESCO.
12- Proporcionar a prática de cenários reais aos estudantes.
13- Buscar melhor contato com os cursos de mestrado e doutorado. Aproveitar melhor a formação de pós-graduação das cadeiras.