Comitê da Cultura de Paz

PROJETO CULTURA DE PAZ NAS BIBLIOTECAS

.

Representantes do Grupo de Amigos da Biblioteca- GRABI e do Movimento de Cultura de Paz de Guaxupé – GUAXUPAZ participaram do 8° Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias, realizado de 9 a 11 deste mês, em São Paulo. O eixo temático central foi o novo conceito de biblioteca pública – “Biblioteca Viva” e não, simplesmente, depósito de livros.

No decorrer de todo o evento foram apresentadas experiências criativas e resultados de “bibliotecas vivas”.

Das 141 experiências inscritas para apresentação no seminário, três foram do Estado de Minas, sendo que duas são de Guaxupé.

O projeto “ Cultura de Paz nas Bibliotecas” , desenvolvido por Sílvia Costa, coordenadora do Guaxupaz, foi apresentado em pôster digital, apresentando o roteiro de implantação que poderá ser utilizado por outros espaços de leitura que se interessarem. O stand de Cultura de Paz, montado na Biblioteca Municipal Profª Iracema Elias, em Guaxupé, foi o ponto de partida deste trabalho.

Abaixo apresentamos o projeto na íntegra:

 

PROJETO CULTURA DE PAZ NAS BIBLIOTECAS 

 

Proponente:

Sílvia Costa – ( silcosta2012@gmail.com)

 

Introdução

Ao iniciar o movimento GUAXUPAZ, uma das primeiras ações foi a montagem de stand com obras de Cultura de Paz, na Biblioteca Municipal de Guaxupé. O movimento é norteado pelo programa de Cultura de Paz da UNESCO e está integrado a outras organizações pioneiras no país.

Pretende-se com este projeto inicial, não só sensibilizar, como também apresentar subsídios/ roteiros facilitadores para montagem de stands similares em outras bibliotecas e espaços de leitura.

A leitura é ferramenta imprescindível para a Cultura de Paz, desde a infância até à Universidade .

Não se pode conceber uma cultura e educação humanística sem investir na Cultura de Paz. Ante a violência crescente (de todos os tipos) no mundo real e virtual, na sociedade, nas famílias, nas escolas, nos noticiários de mídia, nas novelas que milhões de pessoas assistem diariamente – a Cultura de Paz não é uma opção, mas uma  urgência, uma prioridade.

Que as bibliotecas façam a sua parte!

Disponibilizamo-nos a juntar lideranças e estar juntos nesta arrancada.

Há muita coisa nesta presente apresentação para ser

melhorada,  acrescentada, corrigida

com a colaboração de pessoas interessadas.

 

Sequência de links para serem acessados:

 

I – Objetivos 

II – Abrangência 

III – Público alvo 

IV – Desenvolvimento da ação

 

1 – Formação do Acervo de Cultura de Paz: 

2 – Relação parcial de obras sobre Cultura de Paz:

 

Obras e artigos com fundamentação científica

Mediação de Conflitos 

Sustentabilidade 

Obras e artigos com fundamentação científica 

Infantis 

Gibis Pedagógicos 

Cartilhas 

Jogos Cooperativos

 

3 – Saiba mais sobre algumas obras  

4 – Obras para download 

5 – Aquisição das obras 

6 – Montagem do stand 

 

V – Preparação de facilitadores

 

1 – Opções para a preparação de facilitadores 

2 – Manuais e obras didáticas para preparação de profissionais facilitadores 

3 – Sites especializados de Cultura de Paz 

4 – Metodologias específicas 

 

VI – Atividades diversificadas para biblioteca/escolas/entidades:

 

VIII – Experiências de expansão fora da biblioteca

 

Saiba mais: http://www.guaxupaz.com.br/web/index.php/2012-10-23-16-50-22/443-projeto-cultura-de-paz-nas-bibliotecas