Comitê da Cultura de Paz

Sugestões de Atividades – 17ª Semana Martin Luther King

Martin Luther King é uma inspiração e um alerta ao perigo violento da segregação e da intolerância como práticas incongruentes e distantes da democracia e da justiça que se pretendem alcançar em nossa sociedade.

Indicamos abaixo algumas sugestões de atividades para cultivar os princípios e valores universais pelos quais ele viveu e agiu.

 


CARTILHA

Vamos Ubuntar? Um convite para cultivar a paz

Nas páginas deste guia, de autoria de Lia Diskin, há sugestões para educadores e profissionais das mais diversas áreas trabalharem em aulas e atividades especiais os princípios, diretrizes e valores da cultura de paz. Veja também as páginas 58 a 61.

Esta publicação está disponível para download em:
http://unesdoc.unesco.org/images/0017/001785/178540por.pdf

Coleção Abrindo Espaços: educação e cultura para a paz
UNESCO

 


 

VÍDEO-DIÁLOGO

Estratégias não violentas para a resolução de conflitos raciais e conquista de direitos civis

Exibição do episódio 2 – Nashville

Filme-documentário “Uma Força Mais Poderosa – Um Século de Conflitos Não violentos.”

Dirigido por Steve York, exibido pelo Canal GNT desde 2001, Uma força mais poderosa – um século de conflitos não violentos” é narrado pelo ator Ben Kingsley, inspirado no livro “Strategic Nonviolent Conflict”, escrito em 1994 por Peter Ackerman e Christofer Kruegler. Apresenta uma análise rica e bem documentada sobre os planos e estratégias que contribuíram para que movimentos não violentos conseguissem acabar com ditaduras e assegurar os direitos humanos de pessoas e povos oprimidos.

O episódio 2 apresenta a resistência pacífica de Gandhi que chegou como forma de ação nos Estados Unidos pelas mãos do reverendo James Lawson Jr., que estudou suas técnicas inspirado e apoiado por Martin Luther King, para aplicar na cidade de Nashville, no Tenesse, palco de um dos maiores conflitos raciais dos anos 60. [Extraído e adaptado do artigo "Estratégia de Paz", de Anselmo Cheré, revista NET TV, dezembro de 2001].

 


 

DIÁLOGOS

Pautados no pensamento de Martin Luther King, visam promover reflexão sobre seu legado, as múltiplas articulações que adquiriu com as contribuições de seus seguidores e a capacidade mobilizadora que ainda tem para desvendar intolerâncias, discriminações, exclusões, que se incorporaram em nossa mente e atitudes, inviabilizando o reconhecimento de uma origem e destino comuns na trajetória humana.

Esse pensar revela nossa intolerância e por outro lado nos capacita a dar conta disso. Não há como fazer frente ao racismo sem essas habilidades.

Para essa atividade podem ser utilizados o episódio 2 em video de Uma Força Mais Poderosa, frases de Martin Luther King, extraídas do texto A Casa Mundial, e trechos de seu mais famoso discurso, Eu Tenho Um Sonho.

 


 

ESPAÇO DE EXPRESSÃO 

“O cálice da paz”

Preenche-se o cálice da paz com as “cores” mais variadas de nossos votos, pensamentos, sentimentos e reflexões. Cada pessoa consagra o melhor de si a esse cálice, representando com arte aquilo que quer deixar no altar da vida.

O “cálice” é um símbolo – um elemento artístico, de qualquer natureza – que possa receber frases, desenhos, votos e reflexões reunidos na convivência em torno do legado de Martin Luther King e aquilo que ele organiza e desperta em nós, para ser depois compartilhado por todos os participantes desse espaço expressivo e “nutritivo”.

 


SÍMBOLOS AFRICANOS

Adinkras

A herança artística da África revela em símbolos gráficos valores civilizatórios de respeito à vida, diálogo, cooperação, acolhimento, interdependência, solidariedade e parceria.

Jogos, oficinas, dinâmicas e outras artes e atividades podem utilizá-los para as mais variadas criações.

Faça o download acessando:
http://www.palasathena.org.br/pagina.php?id=81

 


 

CAMINHADA SILENCIOSA

Caminhamos evocando a Marcha sobre Washington liderada por Martin Luther King, que em 1963 colocou mais de 200 mil pessoas nas ruas – ocasião em que proferiu seu mais impactante discurso Eu Tenho Um Sonho. O mundo nunca mais foi o mesmo – o sonho da igualdade despertou sonhadores em todas as partes: África, Índia, Europa e Américas, e é importante continuar a alimentar esse sonho até se tornar absoluta realidade.

 


 

PLANTIO DE ÁRVORES E SERVIÇOS COMUNITÁRIOS 

É tradição realizar serviços comunitários para homenagear Martin Luther King. Plantar árvores em grupos de voluntários para honrar o cultivo dos valores desse homem inesquecível é uma prática usual em algumas partes do mundo.