Comitê da Cultura de Paz

122º Fórum do Comitê da Cultura de Paz e Não Violência


122º Fórum do Comitê da Cultura de Paz e Não Violência

4ª Semana Nelson Mandela: 100 anos de Mandela – “Reconciliar é preciso”

Com o Embaixador da República da África do Sul J.N. Mashimbye, Luís Bravo e Marina Dias.

Apresentação artística de Lenna Bahule
Em um vilarejo perdido no sertão profundo entre a Cidade do Cabo e Natal, nasce em 18 de julho de 1918 Nelson Mandela – um dos mais queridos e admirados estadistas da história contemporânea. Mestre na política de conciliação, evitou a carnificina que seguramente tomaria conta da África do Sul na sua longa luta contra a brutalidade do apartheid, segregação racial patrocinada pelo Estado. Viabilizou, desse modo, uma democracia pulsante com desenvolvimento socioeconômico, resgate da dignidade da cultura ancestral e pleno exercício dos direitos humanos para todos.

Essa capacidade de negociar, congraçar e reconciliar não foi adquirida em universidades ou cortes de justiça, mas no mais improvável dos espaços – o presídio da Robben Island, onde foi sentenciado pelos tribunais locais à prisão perpétua. Após 27 anos de reclusão, sai para liderar seu país e inspirar milhões de pessoas e gerações a lutar pela reconciliação em lugar da retaliação; pela mediação em lugar do conflito insidioso; pelo diálogo includente em vez do monólogo autoritário; pela compreensão que aproxima e solidariza e, nas suas próprias palavras:“Ao julgarmos nosso progresso como indivíduos, temos a tendência de nos concentrar em fatores externos, como posição social, influência e popularidade, riqueza e padrão de educação… mas fatores internos podem ser ainda mais cruciais para avaliarmos o desenvolvimento de alguém como ser humano: honestidade, sinceridade, humildade, ausência de vaidade, prontidão para servir nossos concidadãos – qualidades ao alcance de qualquer pessoa”.

 


ENTRADA GRÁTIS

3 de julho de 2018 • terça-feira • 19 horas

Local: Teatro do Sesc Vila Mariana

Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana, São Paulo – SP.

Prefira Transporte Público

Metrô Ana Rosa 750m  e Metrô Paraíso 1000m

Retirada de ingressos no dia da atividade, a partir das 14h,

nas unidades do Sesc (exceto Itaquera e Interlagos).

 


J.N. Mashimbye: Embaixador da República da África do Sul no Brasil.

Luís Fernando Bravo de Barros: Possui mestrado (MA) em Paz, Desenvolvimento, Segurança e Transformação Internacional de Conflitos pela Cátedra de Estudos de Paz da UNESCO, na Universidade de Innsbruck, Áustria. Como professor e facilitador, se dedica, especialmente, aos temas da não violência, da Justiça Restaurativa e da Transracionalidade.

Marina Dias Werneck de Souza: Advogada, atualmente é diretora executiva do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), formada em Justiça Restaurativa e em mediação de conflitos. Idealizadora e produtora executiva do documentário Sem Pena.

Lenna Bahule: Cantora moçambicana, radicada em São Paulo desde 2012, onde fundamentou sua pesquisa sobre a música vocal e diferentes caminhos para o uso da voz e do corpo como instrumento musical e de expressão artística.

João Signorelli: Ator profissional, mestre de cerimônias, apresentador, entrevistador e locutor. Há 15 anos se dedica a divulgar a mensagem de Mahatma Gandhi.

Realização: