Comitê da Cultura de Paz

12º Fórum
Que fim levou a infância?

A Aliança Pela Infância iniciou suas atividades na Europa e nos Estados Unidos em 1998/99 com reuniões de educadores, médicos, assistentes sociais e pesquisadores envolvidos com a questão da infância. No Brasil iniciou suas ações em julho/2001. Tem por finalidade básica divulgar os problemas que afligem a infância e pesquisar suas causas, promover soluções, inclusive por meio de parceria com pessoas e organizações das mais diversas áreas de atuação.

Focos de ação: Pobreza, abuso, negligência e discriminação / Mudança na vida da família e cuidados com as crianças / Pressão escolar precoce /Meios de comunicação / Saúde, alimentação e gestação / Tempo livre para brincar / Arquitetura e paisagismo: espaços de lazer, escolas, praças.

Objetivos específicos:

1) Criar o consenso de que uma infância sadia é uma necessidade básica da condição humana, protegendo assim os
direitos da humanidade;

2) Incentivar e desenvolver formas de educação que respeitem a infância, reconheçam a necessidade do tempo e do espaço adequados para crescer, e promovam o brincar criativo em um ritmo de vida saudável;

3) Pesquisar o impacto da tecnologia (especialmente computadores e meios de comunicação eletrônicos) no desenvolvimento da criança, avaliando seus resultados e efeitos na prática diária;

4) Incentivar a cooperação entre profissionais de diferentes áreas, direta ou indiretamente envolvidos com crianças – educadores, terapeutas, médicos, nutricionistas, psicólogos, bem como juristas, políticos, religiosos, arquitetos, enfim, todos nós;

5) Estimular uma nova visão científica e a pesquisa sobre o desenvolvimento do ser humano pleno, em especial a fase da infância;

6) Estimular ações políticas para a consecução desses objetivos.


Coordenação: Ute Craemer com a participação de membros da Aliança Pela
Infância.

Ute Craemer: é fundadora (1975) do trabalho social na favela Monte Azul – Associação Comunitária Monte Azul – e consultora social em São Paulo e Salvador. Envolvida (desde 1968) com a Pedagogia Waldorf, ministra palestras no Brasil e exterior. É autora de diversos livros, entre os quais: Questão Social, Favela Kinder, Favela Monte Azul, Crianças entre Luz e Sombras, Girassol – Conto de Natal.


- Entrada Franca -

9 de outubro de 2001
terça-feira – 18h
Local: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Av. Dr. Arnaldo, 715 – São Paulo (Estação Clínicas do Metrô)
Realização: Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz