Comitê da Cultura de Paz

19º Fórum
“Não existe caminho para a paz, a paz é o caminho” – Mahatma Gandhi

Ítalo Calvino, em seu lindo livro As cidades invisíveis, nos diz: “O inferno dos vivos não é algo que será; se existe, é aquele que já está aqui, o inferno no qual vivemos todos os dias, que formamos estando juntos. Existem duas maneiras de não sofrer. A primeira é fácil para a maioria das pessoas: aceitar o inferno e tornar-se parte deste até o ponto de deixar de percebê-lo. A segunda é arriscada e exige atenção e aprendizagem contínuas: tentar saber reconhecer quem e o que, no meio do inferno, não é inferno, e preservá-lo, e abrir espaço.”

O que pretendemos é, junto com as pessoas que moram nesta cidade, des-cobrir as forças ativas e criativas aí existentes, as virtualidades aí presentes. A consciência desta potência poderá promover um outro modo de viver, novos arranjos sociais que considerem a vida como um valor maior. Isto estaria ao alcance de cada um, junto à sua comunidade, se fosse possível entrar em contato com o desejo genuíno e a vontade política de assumir tais transformações, formando uma rede de pessoas possíveis, canais livres de fluxos singulares, espontâneos e criativos. COMO ??? Se não existe paz para tanto! Existem tensões e sonhos produzidos pela publicidade capitalística. Melancolia. Vontade de volta ao passado… Ressentidos e des-animados, sem alma cidadã, delegamos aos “eleitos” a função de criar a feliz-cidade…

Entretanto, o momento presente, pede uma outra ótica, uma ética da inclusão responsável, na qual cada cidadão precisa atuar nessa construção, de um outro modo de encarar a cidade onde moramos, nossa vida, ou seja, nosso mundo. Portanto, o momento exige uma mudança dessa geografia mental. E “um processo realmente terapêutico não pode ter como meta final menos do que toda a humanidade”. (J.L.Moreno)


Marisa Nogueira Greeb, coordenadora do Psicodrama da Cidade em 21/03/2001 que gerou o Movimento Ética é Cidadania

 


- ENTRADA FRANCA –
17 de setembro de 2002 – terça-feira – 18h
Local: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Térreo Av. Dr. Arnaldo, 715 – São Paulo – (Estação Clínicas do Metrô)

Realização: Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz – um programa da UNESCO -