Comitê da Cultura de Paz

Charles Eisenstein vem ao Brasil pela primeira vez

Sob o tema ‘Repensar o mundo: as transformações econômicas, políticas e pessoais’, o norte-americano conduz palestra no Sesc Vila Mariana, no dia 22 de novembro, às 19h, e autografa o livro; ele participa também de encontro em Santos, no dia 26

“Em um tempo de crise social e ecológica, o que nós, enquanto indivíduos, podemos fazer para tornar o mundo um lugar melhor?” Esta é uma das perguntas orientadoras de “O mundo mais bonito que nossos corações sabem ser possível”, primeira obra do conferencista e escritor norte-americano Charles Eisenstein a ser lançada em língua portuguesa, pela Palas Athena Editora, com a visita do autor ao Brasil, também inédita, em novembro.

Em São Paulo, o lançamento e sessão de autógrafos se darão após palestra no Sesc Vila Mariana no dia 22, às 19h, sob o tema Repensar o mundo: as transformações econômicas, políticas e pessoais. O médico sanitarista Eduardo Jorge, que já comandou as secretarias do Verde e do Meio Ambiente e da Saúde da capital paulista, é um dos confirmados a dialogar com Eisenstein na ocasião — Eduardo Jorge foi também deputado estadual e federal. Participará também a bióloga e socióloga Rita Mendonça, que desenvolve programas de aprendizagem com a natureza. É coordenadora no Brasil da Sharing Nature Worldwide e professora da Escola Schumacher Brasil. Já em Santos, no dia 28, o autor passará a tarde no espaço do Instituto Elos abordando temas semelhantes.

Em entrevista ao jornal britânico “The Guardian”, Eisenstein se descreve como um “ativista e teórico do decrescimento”, uma vez que seu estilo de vida e produção intelectuas se apoiam na chamada “gift economy” – algo como “economia da dádiva”. Em uma economia baseada na dádiva, a força de trabalho é orientada por incentivos intrínsecos (paixão, por exemplo) e não extrínsecos (dinheiro e lucro), como ocorre na economia tradicional. Ele argumenta que, em uma sociedade assim, “quanto mais o indivíduo dá, mais rico ele se torna”.

Mais sobre o livro
“O mundo mais bonito que nossos corações sabem ser possível” é formado por 36 capítulos em que Eisenstein mostra como as atividades humanas são guiadas por histórias orientadoras e como, agora, a civilização moderna estaria deixando para trás o que chama de “História da Separação” para entrar na “História do Encontro”. Ao reconhecer que tudo está conectado — no terceiro capítulo, “Interser” —, ele argumenta que cada pessoa pode ser um agente mais efetivo de mudança e ter influência positiva no mundo, não importa quão aparentemente pequena e pessoal possa parecer sua ação.

Para o autor, a narrativa de separação, que guia a nossa cultura, tem gerado as presentes crises econômica, social, política e planetária. Ele convida o leitor a abraçar um entendimento radicalmente diferente de causa e efeito, soando um alarme para rever pressupostos mecanicistas e criar o mundo mais bonito que nossos corações sabem ser possível. Assim, a obra inspira e provoca reflexões que funcionam como um poderoso antídoto para o cinismo, a frustração, a paralisia e a opressão que muitos sentem na vida contemporânea.

Mais sobre o autor
Eisenstein se dedica aos temas de civilização, consciência, dinheiro e evolução cultural humana. Seus vídeos virais e textos online fizeram dele um filósofo social e um intelectual da contracultura que não pode ser facilmente rotulado. Graduou-se em Matemática e Filosofia pela Universidade de Yale em 1989 e trabalhou, nos dez anos seguintes, como tradutor do chinês para o inglês. É autor também de Sacred Economics (Economia Sagrada) e Ascent of Humanity (A Ascensão da Humanidade). Ele vive hoje em Camp Hill, Pennsylvania.


Vídeos para conhecer mais:

The more beautiful world our hearts know is possible (com legendas em português):

A New Story of the People, TEDxWhitechapel: https://youtu.be/Mjoxh4c2Dj0
The Gift of Happiness, TEDxNewHaven: https://youtu.be/S16xUKypfeM


Livro: “O mundo mais bonito que nossos corações sabem ser possível”
Editora: Palas Athena Editora
ISBN: 978-85-60-804-31-3
Formato: 16x23cm
Lançamento: 22 de novembro

Palestra: “Repensar o mundo: as transformações econômicas, políticas e pessoais”
Data: 22 de novembro de 2016, às 19h
Local: Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana
Informações: http://charleseisenstein.strikingly.com/