Comitê da Cultura de Paz

Martin Luther King

 “Todos estamos atados numa teia inescapável de mutualidade, entrelaçados por um único tecido do destino. O que quer que atinja a um diretamente, atinge a todos indiretamente” – Martin Luther King.

O pensamento de Luther King não poderia ser mais atual. Uma sociedade que agoniza as dores causadas pela exclusão e a injustiça passa agora por uma profunda cisão entre aqueles que têm como propósito cuidar do bem comum. Os polos se digladiam e conclamam, ambos, a posse da verdade e da justiça. Fechados em suas certezas sobre os fins, desvirtuam os meios.

Para além das ideologias está a Ética, que apenas existe ao ser sustentada em cada ação do cotidiano tanto por aqueles que detêm o poder como por cada um que integra o corpo social, conectados pela rede da vida. Mahatma Gandhi resumiu brilhantemente essa ideia ao anunciar que "os meios são os fins" e inspirou Martin Luther King a promover uma jornada de transformação social baseada em princípios como o respeito à diversidade e a não violência ativa.

De braços dados com seus pares e com os diversos, marchou por Selma e Washington, atravessou as Américas e o tempo e chegou ao Brasil, nos convidando – através do diálogo aberto e sincero – a sonharmos juntos uma realidade digna para todos. Ele nos instiga a procurar que sonhos somos capazes de realizar juntos.

Palas Athena

Palas Athena

Palas Athena

Palas Athena

Palas Athena