Comitê da Cultura de Paz e Não Violência

Previous
Next

Campanha "16 Dias de Ativismo Contra a Violência de Gênero"

Conheça a íntegra do anúncio da campanha, realizada entre os dias 25 de novembro [Dia Internacional contra a Violência contra as Mulheres] e 10 de dezembro [Dia Internacional dos Direitos Humanos], com o tema Da Paz no Lar à Paz no Mundo: Vamos Desafiar o Militarismo e Acabar com a Violência Contra as Mulheres! Fonte: Centro para […]

3ª Conferência Nacional de Políticas para Mulheres

Entre os dias 12 e 14 de dezembro de 2011 acontecerá a 3ª Conferência Nacional de Políticas para Mulheres. Segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres, ligada à Presidência da República, o objetivo é discutir e elaborar políticas públicas voltadas à construção da igualdade, com a perspectiva de fortalecer a autonomia econômica, cultural e […]

Rede de mulheres liberianas

O texto a seguir foi produzido pela Profa. Lia Diskin para a cartilha Cultura de Paz – Redes de Convivência, editada pelo SENAC São Paulo, e ajuda a conhecer melhor uma das ganhadoras do Prêmio Nobel da Paz 2011, Leymah Gbowee. O download gratuito da íntegra da cartilha pode ser feito clicando aqui. Foto: Pewee […]

Três mulheres são as ganhadoras do Prêmio Nobel da Paz

Três mulheres são as ganhadoras do Prêmio Nobel da Paz Três mulheres foram anunciadas pelo Comitê Nobel da Noruega nesta sexta-feira (7) como ganhadoras do Prêmio Nobel da Paz: a presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, a militante pela paz também liberiana Leymah Gbowee e a ativista iemenita da Primavera Árabe, Tawakkul Karman. As três foram […]

Homens e mulheres têm mais em comum do que parece

 Pesquisa mostra que diferenças comportamentais entre os gêneros são menos marcantes do que os falsos estereótipos nos fazem pensar Um estudo sobre gênero, desenvolvido pela professora de psicologia Janet Shibley Hyde, da Universidade de Wisconsin, em Madison, revela que as diferenças entre homens e mulheres talvez não sejam tão marcantes como muitos pesquisadores acreditam . […]

As mulheres como sujeito coletivo de construção de paz

Neste artigo, a Dra. Carmen Magallon estuda a contribuição das mulheres para a paz como a identificação de um dos sexos como ator político particular em favor de uma causa que é de interesse universal. As mulheres são mais pacíficas do que os homens? Pode-se dizer que elas não são responsáveis pelas guerras e pelas […]